O que deve saber antes de escolher um cão

Mais responsabilidades
Ter um cachorro significa assumir mais responsabilidades. Quer um cão alegre e brincalhão, companheiro para as crianças, ou que acompanhe uma pessoa idosa em passeios calmos? Quer um cão que faça jogging consigo ou que seja cão de guarda na sua casa? A escolha da raça deverá ser feita de acordo com as suas necessidades, para garantir que a convivência em conjunto seja tão compensadora para ele quanto para si.

A ter em conta
Temos algumas dicas que vão ajudá-lo a tomar uma decisão final. Por exemplo, quanto mais pequeno for o seu apartamento ou casa, mais pequeno deve ser o seu cão – um cão de raça Great Dane não se sentiria, de modo algum, confortável no pequeno sótão de um apartamento.

As raças mais ativas requerem mais espaço e atenção. Este tipo de cães gostam de sair para passear, correr por todo o lado e manter-se ocupados – precisam também de ser orientados com muita firmeza.

Não é essencial ter um jardim para ter um cão. Pelo contrário! Eles podem até aborrecer-se com maior facilidade (tem o mesmo cheiro todos os dias e não acontece nada de excitante). É muito mais importante e interessante para qualquer cão dar passeios com os seu dono. Desta forma divertem-se imenso, conhecendo outras pessoas e cães, distraindo-se com todos os novos ambientes por onde passam.

Num local que seja adequado, o seu cão poderá ter a oportunidade de dar largas aos seus desejos, correndo e brincando com outros cães ou a apanhar brinquedos.

Macho ou fêmea?
Tenha em consideração se quer um macho ou fêmea. Um macho tem tendência a ser mais dominante e seguro de si. Já a cadela, pode ser mais carinhosa e caseira.